Saiba em que países é obrigatório contratar seguro viagem

Além de ser importante, a contratação de um seguro viagem é obrigatória em diversos países do mundo. Saiba quais são eles.

Na hora de viajar, é preciso estar atento às exigências dos outros países para visitantes estrangeiros, e uma delas é a contratação de um seguro viagem. Como corretor de seguros, você ganhará pontos com o cliente se alertá-lo sobre essa exigência, já que ele poderia ter vários transtornos ao chegar despreparado ao destino escolhido.

Mas não é só a obrigatoriedade que merece a sua atenção e a dos viajantes: muitos locais não oferecem serviços básicos de saúde gratuitos e/ou praticam preços que estão muito acima da realidade brasileira, pegando os turistas de surpresa quando precisam desse tipo de assistência durante uma viagem.

Esses custos podem corresponder a até três vezes mais do que o que seria pago pelo mesmo atendimento no Brasil, onde a saúde já custa caro. Nesses casos, um seguro viagem também é essencial para evitar o desamparo e grandes prejuízos.

Europa

O seguro viagem é obrigatório em mais da metade dos países da Europa, graças ao Tratado de Schengen, que, entre outras determinações, exige a contratação dessa proteção com cobertura mínima de 30.000 euros.

Fazem parte da lista: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça.

Apesar de apenas 26 dos 50 países do continente serem signatários desse Tratado, para visitar alguns outros, como a Irlanda, também é necessário ter o seguro viagem, mas sem determinação de cobertura mínima.

Mesmo nos demais destinos, abrir mão desse seguro não é recomendado, pois um simples atendimento hospitalar não custa menos que 2.000 euros, enquanto cirurgias e procedimentos mais complexos variam de 10.000 a 30.000 euros.

Equador

Desde maio de 2018, o seguro viagem passou a ser obrigatório para turistas no Equador. A decisão foi tomada pelo governo por entender que a medida seria positiva para o desenvolvimento do turismo no país, além de garantir o bem-estar de todos os seus visitantes. Diferente da Europa, não há determinação de um valor mínimo para a cobertura.

Venezuela

Entre os países da América do Sul, a Venezuela também exige o seguro viagem, com cobertura mínima de 40.000 dólares e seguro bagagens de, no mínimo, 1.000 dólares.

Cuba

O sistema de saúde em Cuba é universal e de alta qualidade, mas apenas a população cubana tem direito a utilizá-lo gratuitamente. Caso necessário, os estrangeiros podem ter acesso a atendimento mediante pagamento. O país é mais um dos que condicionam a entrada de turistas à contratação de um seguro viagem.

Estados Unidos

Os Estados Unidos não contam com serviço público de saúde e os próprios americanos precisam contratar um plano de saúde ou pagar individualmente para ter qualquer atendimento médico. Por isso, apesar do seguro viagem não ser obrigatório para a entrada de estrangeiros no país, a sua contratação é altamente recomendada.

Especialmente em tempos como os atuais, em que a nossa moeda está desvalorizada em relação ao dólar, qualquer indisposição pode significar gastos bem acima do orçamento. Para se ter uma ideia, um exame simples nos EUA custa a partir de 200 dólares; um atendimento hospitalar, cerca de 3.000 dólares; e cirurgias mais elaboradas podem chegar a 100.000 dólares.

Austrália

Na Austrália, existe um seguro auxiliar obrigatório para estudantes estrangeiros durante a sua estadia no país chamado Overseas Student Health Cover (OSHC), que conta com coberturas limitadas. Considerando que o país também não oferece serviço público de saúde gratuito, é recomendável que tanto os estudantes quanto os demais viajantes contratem o seguro viagem mais adequado e completo para o seu perfil antes de sair do Brasil.

Outros motivos para garantir um seguro viagem

É importante frisar ainda que alguns destinos são mais propícios para o desenvolvimento de doenças por conta de suas particularidades, como Índia, Indonésia, Quênia, Peru, Tailândia, Sri Lanka, República Dominicana, México, África do Sul e Costa Rica.

Vale lembrar que, além de despesas com assistência médica, o seguro viagem também garante a tranquilidade em relação a outros imprevistos, como extravio de bagagens, atrasos de voos, perda de documentos etc.

Pare de perder dinheiro e oferte o seguro viagem para seus clientes.

Veja também estes outros conteúdos: